Lana Del Rey por Neil Krug

No intervalo de tempo em que Lana não estava nem aí pro feminismo (Why, Lana? Why?) e pensava no sugar daddy, o fotógrafo Neil Krug estava tirando fotos lindas para a publicidade do álbum Ultraviolence. Lana se apaixonou pelas imagens de Neil Krug depois de ver uma foto tirada por ele de uma mulher (branca) nua usando apenas uma espécie de cocar dos nativos indígenas americanos (Why, again?). Por alguma razão, Lana pensava que Krug estava morto, mas depois descobriu que isso não passava de um engano: Krug estava vivo e trabalhando em Los Angeles.

NK_The_Guardian_16 Continuar lendo

Em casa com os Stones

O fotógrafo Bent Renj era um dos amigos mais íntimos de Brian Jones, guitarrista do Rolling Stones morto em 1969. O fotógrafo tinha até uma cópia da chave da casa de Jones, que reservava uma suíte para Renj para quando este estivesse por Londres.Essa amizade propiciou a Renj a oportunidade de fotografar os Stones na época em que o grupo estava começando a fazer sucesso e ganhando dinheiro o suficiente para comprar carrões e suas primeiras casas.
casa-de-charles-watts Continuar lendo

Tina Modotti

Tina Modotti foi uma modelo, atriz, fotógrafa e revolucionária. Nascida na Itália, Modotti migrou com seu pai para os Estados Unidos aos 16 anos, indo morar em São Francisco, Califórnia. Lá Modotti passou a  atuar e apareceu em várias peças, óperas e filmes mudos no final dos anos 1910 e início dos anos 1920. Em 1918, casa-se com Roubaix “Robo” de l’Abrie Richey e se muda com ele para Los Angeles em busca de uma carreira na indústria cinematográfica. Lá ela conheceu o fotógrafo Edward Weston. A partir daí o destino de Modotti mudaria para sempre.

Tina Modotti fotografada por Edward Weston

Tina Modotti fotografada por Edward Weston

Continuar lendo

Monette & Mady

Monette & Mady é uma série de fotografias de gêmeas idênticas fotografada por Maja Daniels. Monette e Mady passaram a vida inteira juntas, se vestindo de forma igual e até mesmo comendo porções idênticas de alimentos. Nas palavras de Daniels, o projeto é uma mistura de imagens documentais e ensaiadas, já que grande parte das vidas de Monette e Mady é sobre performance diante de câmeras, palcos ou nas ruas. (via Boooooo0m)

majadaniels-01 Continuar lendo

A juventude japonesa de 1964

Em 1964, o fotógrafo da revista Life, Michael Rougier, e o correspondente Robert Morse documentaram a juventude rebelde de Tokyo. Nas fotos, é possível ver os adolescentes vibrando ao som do Tokyo Beatles, curtindo motocicletas e bares noturnos. As fotos mostram não só uma geração descontente, mas também jovens em comunhão compartilhando uma alegria fugaz, como dito por Rougier. Mais fotos em Teenage Wasteland: Portraits of Japanese Youth in Revolt, 1964.

japanese youth5 Continuar lendo