Mês: maio 2012

Flexplore

Se você adora navegar no flickr para conhecer o trabalho de fotógrafos profissionais e amadores, então o Flexplore pode ser uma ótima forma de explorar o conteúdo do maior site de compartilhamentos de fotos da web. Isso porque ao permitir que o Flexplore tenha acesso à sua conta no flickr, ele te indica imagens que você possa gostar baseando-se nas suas fotos favoritas. Bem mais legal do que procurar fotos interessantes no explore do flickr, hem?

via Petapixel

A sessão de fotos do álbum Ziggy Stardust

Talvez a imagem mais conhecida de David Bowie seja a icônica capa do álbum Aladdin Sane fotografada por Brian Duffy, mas, sem dúvida,  The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars é o álbum mais consagrado do artista. Hoje, a rua em que Brian Ward fotografou David Bowie para capa do álbum (Heddon Street, Londres), se tornou tão famosa que ganhou uma placa em sua homenagem.
O site retronaut publicou as fotos tiradas por Brian Ward para o álbum mais clássico do camaleão do rock. Clica aqui para ver todas as fotos, e aqui para ver a sessão de fotos do Aladdin Sane.

Procurando uma imagem

Com tantas imagens compartilhadas na web, às vezes a gente se depara com alguma em especial que chama a nossa atenção e então queremos saber o autor e a fonte de onde aquela imagem surgiu. Só que quando você vai procurar pelo autor da imagem, o blog/site onde você encontrou a foto não disponibiliza nenhuma informação, e aí você fica frustrado por ter achado uma imagem bacana mas não ter ideia de quem seja o fotógrafo responsável por ela. Quem usa o tumblr sabe muito bem como é isso: milhões de fotos postadas aleatoriamente sem nenhuma menção de quem quer que seja o autor.

É aí que o Google entra para nos dar uma ajudinha. Existe uma ferramenta de busca que você pode usar uma imagem para procurar mais informações sobre a mesma na web: o Search by Image, que está disponível na loja de aplicativos para web da Google.

Na prática funciona assim:

Você clica com o botão direito do mouse e no menu aparecerá a opção “search by image”

Depois de clicar nessa opçaõ o google irá abrir uma página de resultados com a possível imagem:

O vídeo abaixo explica direitinho como funciona, dá uma olhada.

Google descomplicando nossa vida.

Ryan McGinley

As fotografias de Ryan McGinley parecem sair diretamente de cenas de filmes de décadas passadas, talvez por isso tenham um aspecto nostálgico. Suas imagens muitas vezes apresentam uma relação com a natureza, fotografando pessoas jovens em cenários naturais ou modelos nus posando com animais em estúdio. As fotos de McGinley levam o observador à um mundo onde a juventude, o natural e a liberdade estão sempre no foco da câmera.
De acordo com a revista Time, fotografar é congelar um momento no tempo, e as fotografias de Ryan McGinley são sobre congelar uma fase da vida, a juventude, que é tão fugaz quanto o clique de uma câmera.

(mais…)

Paolo Roversi

Em entrevista concedida à Filep Motwary, Paolo Roversi fala sobre seu trabalho como fotógrafo de moda e o que ele pensa a respeito da fotografia digital e fotógrafos como Mario Testino e Terry Richardson. Roversi é um dos mais respeitados fotógrafos da alta-costura. Suas fotos possuem uma paleta de cores e atmosfera que já se transformaram em sua asinatura, permitindo aos seus espectadores  identificar o artista por trás da obra. (VIA)

Motwary: Mr Roversi, por que você acha que a fotografia tem sido uma forma de arte tão interessante durante todos esses anos?

Roversi: Eu acho que a fotografia é um meio fantástico. Quando foi introduzida pela primeira vez no século XIX, a primeira coisa importante sobre isso foi que a fotografia se tornou um veículo para apresentar a realidade. Pinturas e esculturas eram apenas representações, não? A fotografia é exatamente como um espelho, que reflete uma forma idêntica ao que ela é. Eu acho que esta é a magia sobre ela. Para mim é algo maior. É uma revelação, dentre outras coisas.

Motwary: Você insiste em trabalhar com uma câmera Polaroid desde a década de 1980. Como esta obsessão começou?

Roversi: Assim que eu descobri este tipo de filme fiquei encantado. Mesmo nos dias atuais, ainda me sinto desta forma, e eu não sei  justificar o porquê.Você sabe, quando você se apaixona por algo – talvez tenha sido a cor, o contraste.Isto tornou-se a minha paleta imediatamente. Também comecei a trabalhar com esta câmera por causa do seu tamanho, o formato  8 × 10. Tirar fotografias uma por uma é um procedimento lento. Eu encontrei meu caminho através desta câmera, como trabalhar. Foi a forma ideal de me expressar. Até agora, eu sei muito bem. Tornou-se uma parte da minha pele, meu sangue.