Fotógrafos de rock

Em casa com os Stones

O fotógrafo Bent Renj era um dos amigos mais íntimos de Brian Jones, guitarrista do Rolling Stones morto em 1969. O fotógrafo tinha até uma cópia da chave da casa de Jones, que reservava uma suíte para Renj para quando este estivesse por Londres.Essa amizade propiciou a Renj a oportunidade de fotografar os Stones na época em que o grupo estava começando a fazer sucesso e ganhando dinheiro o suficiente para comprar carrões e suas primeiras casas.
casa-de-charles-watts (mais…)

The golden God

robert plant

“Quando tirei essa foto “, disse Peter Simon , “Plant gritou: ‘ Eu sou um deus dourado !’. Esta frase foi imortalizada no filme de Cameron Crowe, Quase Famosos .

Peter continua : “Eu estava trabalhando para o The Atlantic Monthly em março 1975 com o biógrafo Stephen Davis. Tivemos acesso ilimitado ao Led Zeppelin durante quatro dias, e viajamos para shows ao longo da Costa Oeste. Eu estava tirando fotos de Plant enquanto ele estava sendo entrevistado por Stephen em seu quarto no hotel (Hyatt House). Quando a entrevista terminou, perguntei-lhe casualmente se ele poderia ir para varanda para que eu tirasse algumas fotos numa luz melhor. Naqueles dias, eu nunca usava iluminação artificial de qualquer tipo. Quando ele pisou na varanda, ele notou um enorme cartaz à sua direita anunciando o lançamento do novo álbum do Led Zeppelin , Physical Graffiti . Ele estava provavelmente um pouco espantado por esta estrutura enorme, e o domínio geral da aclamação pública que finalmente estava acontecendo nos EUA. Ele abriu muito espontaneamente os braços (asas) e exclamou:  ‘Eu sou um Deus dourado!’. Felizmente, eu tinha filme na câmera e conseguir tirar uma foto dos poucos segundos que ele ficou nessa pose”.

ca-stephen-davis5

Iggy Pop por Esther Friedman

Em fevereiro do ano passado, Esther Friedman, ex-namorada de Iggy Pop, deu uma entrevista exclusiva ao jornal alemão Die Zeit Na entrevista, Friedman revela que conheceu Iggy quando ele vivia com David Bowie na Berlim Ocidental, período em que Bowie produziu dois dos discos mais notáveis de Iggy: The idiot e Lust for Life.  Durante o tempo que passaram juntos (1976 – 1982), Friedman fotografou Iggy Pop de férias, turnê, em hotéis e na própria Alemanha. Ela também é autora da foto de capa do álbum Zombie Birdhouse, feita durante um período de férias no Haiti em 1981.

Friedman também conta a origem de um dos maiores sucessos de Iggy, The Passenger; e que ele é tímido e bastante diferente fora dos palcos, sendo chamado de ” Jim ” por parentes e amigos próximos, apelido vindo de James Osterberg , o verdadeiro nome de Iggy .

Fotos: Zeit Online. Informações e trechos da entrevista (em inglês): Dangerous Minds.
iggy pop lust for life (mais…)

Elvis Presley e o nascimento do Rock and Roll

Quando o fotógrafo Alfred Wertheimer foi convidado a fotografar Elvis Presley em 1956, sua primeira reação foi: Elvis quem?. O que Wertheimer não imaginava era que o jovem diante de sua câmera, a quem ele teve acesso ilimitado e de quem ele tiraria cerca de três mil fotos naquele ano, viria a se tornar uma lenda, o Rei do Rock.

Wertheimer viajou com Elvis durante 1956 capturando momentos íntimos do artista. Dos bastidores para o palco, de bancos de pianos para Harleys, de sua vida na estrada  ao alvoroço do público, Wertheimer captou a essência do cantor ainda jovem. Hoje, as fotos de Al Wertheimer representam uma das coleções de fotos mais valiosas já tiradas de Elvis.

Reading fan mail (mais…)

Norman Seeff

Ex-médico na África do Sul, seu país de origem, Norman Seeff embarcou para Nova Iorque na década de 1960 e lá começou a fotografar estranhos na rua. Seu primeiro contato com artistas do rock foi através de Bob Cato, designer de capas de discos. Ao longo de seus 45 anos de carreira, Seeff fotografou alguns dos rostos mais conhecidos do mundo, como Ray Charles, Tina Turner, Cher,  Patti Smith, Carly Simon, Michael Jackson, Diane Keaton e Andy Warhol. Em 1975, durante uma sessão de fotos com Ike e Tina Turner, Seeff decidiu se tornar,também, produtor de vídeos. Suas sessões de fotos não eram planejadas, e Seeff fotograva os artistas enquanto conversava com eles. As sessões eram tão descontraídas que tinham até público, as vezes apareciam entre 20 e 30 pessoas para ver Seeff fotografando.

Diane Keaton

Diane Keaton

(mais…)

Jim Marshall

Jim Marshall foi um fotógrafo que registrou as lendas do rock nos anos sessenta e setenta. Além de ter sido o principal fotógrafo de Woodstock, foi o único fotógrafo que teve acesso ao backstage do último show dos Beatles. Entre os rostos clicados por Marshall estão Jimi Hendrix, Janis Joplin, The Doors, Miles Davis, Johnny Cash e Jefferson Airplane.

10642649625_ab88d594d4_b (mais…)

Frank Stefanko

Frank Stefanko é um fotógrafo americano que registrou o início da carreira de duas lendas do rock: Patti Smith e Bruce Springsteen. Patti e Frank frequentaram a mesma universidade, e foi ela quem apresentou Bruce ao fotógrafo, responsável pela capa dos álbuns Darkness on the Edge of Town (1978) e The River (1980).

As fotos tiradas por Stefanko de Bruce Springsteen entre 1978 e 1982 fazem parte do livro Days of Hope and Dreams: An Intimate Portrait of Bruce Springsteen, à venda no eBay.

pattismithbildrgb_568_76a60fb2f12f321e69884dcc874f5cc9_611

7

6

5

3

2

11 10 9 8

A sessão de fotos do álbum Ziggy Stardust

Talvez a imagem mais conhecida de David Bowie seja a icônica capa do álbum Aladdin Sane fotografada por Brian Duffy, mas, sem dúvida,  The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars é o álbum mais consagrado do artista. Hoje, a rua em que Brian Ward fotografou David Bowie para capa do álbum (Heddon Street, Londres), se tornou tão famosa que ganhou uma placa em sua homenagem.
O site retronaut publicou as fotos tiradas por Brian Ward para o álbum mais clássico do camaleão do rock. Clica aqui para ver todas as fotos, e aqui para ver a sessão de fotos do Aladdin Sane.