0

Bill Perlmutter

Bill Perlmutter nasceu em Nova York em 5 de setembro de 1932. Ele começou sua carreira como bacharel de Artes em Técnicas Cinematográficas pelo City College Film Institute em Nova York. Em 1954, depois de se formar na Escola de Fotografia do Exército dos Estados Unidos, Perlmutter passou dois anos na Europa como fotógrafo pessoal dos jornais do Exército dos EUA com sede na Alemanha Ocidental. Desde então, ele viajou extensivamente por todo o mundo como fotógrafo free-lance. De 1978-1997, trabalhou como vice-presidente da Rainbow Chromes, uma empresa especializada em retoque fotográfico e digital. (aCurator)
Three Boys Under an Umbrella, Rome, 1956 Continue lendo

0

Clifford Coffin

Um dos fotógrafos de moda mais notáveis do período pós Segunda Guerra Mundial, Clifford Coffin nunca estudou fotografia, mas, assim que decidiu que se tornaria fotógrafo, enviou seu trabalho ao diretor de arte da Vogue americana. Enquanto muitos fotógrafos eram enviados para Guerra em 1942, Coffin teve a sorte de ser contratado por revistas para trabalhar em caráter experimental, mesmo que não recebesse por isso.

clifford coffin Continue lendo

2

Watts em 1966

Quando em 11 de agosto de 1965, Marquette Frye, um jovem afro-americano,  foi parado por um policial que o acusava de dirigir embriagado, uma revolta tomou conta das ruas de Watts, distrito de Los Angeles. O policial, Lee Minikus, abordou Frye e passou um rádio para que o seu carro fosse apreendido. O irmão de Marquette, Ronald, que estava no carro, caminhou até sua casa nas proximidades, trazendo sua mãe de volta com ele. Policiais de apoio chegaram e tentaram prender Frye usando força física para dominá-lo. À medida que a situação se intensificava, uma multidão de moradores locais se aglomerava para observar a situação,  passando a gritar e a arremessar objetos nos policiais. A mãe e o irmão de Frye lutaram com os oficiais e foram presos junto com Marquette. Após a prisão dos Frye, a multidão continuou a crescer. A polícia foi para o local tentar controlar a situação, mas foram atacados novamente. Naquela noite, 29 pessoas foram presas. 584x680xwatts.jpg.pagespeed.ic.XUDPlLpPoS

Continue lendo

0

A história negra contada através de imagens

Do fim da escravidão ao movimento Black Power na década de 1960, Black History Album é um blog para contar e celebrar a história das pessoas negras. O blog mostra momentos históricos como a explosão de movimentos contra a segregação racial nos anos 1950, a luta pelos direitos civis e artistas que mudaram a história da música mundial – Jimi Hendrix, Billie Holiday, Donna Summer, Michael Jackson, etc. Para saber mais, acesse Black History Album ou siga no tumblr, facebook, twitter e pinterest.

Martin Luther King Jr com o pai e o filho. Richard Avedon, 1963

Martin Luther King Jr com o pai e o filho. Richard Avedon, 1963

Continue lendo

0

Slim Aarons

Embora tenha começado a carreira como fotógrafo como membro do exército americano na II Guerra Mundial, Slim Aarons ficou conhecido como o fotógrafo dos ricos e famosos. A forma como Aarons retratava as pessoas de maneira positiva era o motivo pelo qual ele era sempre convidado para festas da classe alta dos Estados Unidos e Europa. Pessoas bonitas, bem vestidas e em locais incríveis eram o principal tema das fotos de Aarons, ou, como ele gostava de dizer:  pessoas atraentes, fazendo coisas atraentes, em locais atraentes. Suas fotos apareceram nas revistas Life, Vogue e Travel and Leisure. E, ao que parece, o apartamento do personagem de Jimmy Stewart em Rear Window foi inspirado no apartamento do próprio Aarons. Entre as personalidades clicadas por ele, estão: Marilyn, Salvador Dali, Lauren Bacal, Humprey Bogart e Truman Capote.

12081080144_e2439fa16c_b Continue lendo

0

Martine Franck e Henri Cartier-Bresson

Martine Franck e Henri Cartier-Bresson viveram juntos até a morte de Bresson, em 2004. Durante todo esse tempo, os dois adoravam fotografar um ao outro em momentos íntimos, fosse em casa ou viajando. Aliás, Martine é a mulher por trás de uma das imagens mais conhecidas tiradas por Bresson, As pernas de Martine (a primeira logo abaixo). Graças a esses retratos, podemos ter uma ideia de como era a vida e o relacionamento de dois dos mais talentosos fotógrafos do século XX, que apesar de raramente discutirem fotografia, com certeza se entendiam quando estavam com uma câmera na mão.

As pernas de Marttine, 1967

As pernas de Martine, 1967

Continue lendo