0

Pyongyang como você nunca viu

Uma hyperlapse criada por JT Singh e Rob Whitworth revelam a moderna e bonita cidade de Pyongyang, Coréia do Norte. A dupla de criadores diz:

A Coreia do Norte foi o último país aparentemente imune à mudança,mas não mais. Nos últimos anos temos assistido a penetração do telefone móvel, um aumento no número de turistas, e até mesmo uma maratona. Várias zonas econômicas especiais foram lançadas em cooperação com a China, Rússia e Coréia do Sul, com ferrovias planejadas que liga todos os países da região. “Enter Pyongyang” capta não apenas a cidade, mas esse dinamismo e sentido de potencial.

É claro que o vídeo é apenas um recorte visual da cidade, e não mostra como é viver em um país tão politicamente fechado como a Coréia do Norte. Mas, de qualquer forma, me surpreendeu ao mostrar uma cidade moderna, limpa e bonita, bem diferente do que eu imaginava de acordo com as histórias que leio sobre lá. (via PetaPixel)

0

Coleção Photo Poche

photo poche

Se tem uma coisa que sempre faço antes de comprar livro na internet, é procurar por imagens do mesmo no google. Nada pior do que comprar um livro e se decepcionar quando ele chega às nossas mãos. E quando se trata de livro de fotografia, aí que tem que ser uma edição bonita e bem acabada, afinal, o livro é de fotografias, logo, tem que ter um papel decente e um acabamento legal, pra melhor manuseio das páginas e visualização das imagens.

Pois bem, a coleção Photo Poche é uma dessas coleções de fotografias bem feitas e bacanas. Aliás, não poderia ser diferente, já que no Brasil ela foi lançada pela editora Cosac Naify. Os livros vem em volumes individuais ou em caixa (cada uma com 5 livros). A Cosac já lançou 10 títulos, que são:  Henri Cartier-BressonMan RayHelmut NewtonSebastião Salgado e Elliott Erwitt (caixa um), e Josef KoudelkaLewis CarrollRobert CapaEdward Steichen e André Kerstész (caixa dois).  Continuar lendo

0

Um Diário Russo

capa e steinbeck

Capa e Steinbeck, 1947

“Por fim cheguei a uma conclusão do que poderia fazer na Rússia. Poderia fazer um relato minucioso de uma viagem. Um diário de viagem. Isto é, algo que ainda não foi feito. É o tipo de coisa pela qual as pessoas se interessam. É algo que está ao meu alcance e talvez fizesse bem e poderia ser útil”. (John Steinbeck)

Continuar lendo

0

Lana Del Rey por Neil Krug

No intervalo de tempo em que Lana não estava nem aí pro feminismo (Why, Lana? Why?) e pensava no sugar daddy, o fotógrafo Neil Krug estava tirando fotos lindas para a publicidade do álbum Ultraviolence. Lana se apaixonou pelas imagens de Neil Krug depois de ver uma foto tirada por ele de uma mulher (branca) nua usando apenas uma espécie de cocar dos nativos indígenas americanos (Why, again?). Por alguma razão, Lana pensava que Krug estava morto, mas depois descobriu que isso não passava de um engano: Krug estava vivo e trabalhando em Los Angeles.

NK_The_Guardian_16 Continuar lendo

0

Em casa com os Stones

O fotógrafo Bent Renj era um dos amigos mais íntimos de Brian Jones, guitarrista do Rolling Stones morto em 1969. O fotógrafo tinha até uma cópia da chave da casa de Jones, que reservava uma suíte para Renj para quando este estivesse por Londres.Essa amizade propiciou a Renj a oportunidade de fotografar os Stones na época em que o grupo estava começando a fazer sucesso e ganhando dinheiro o suficiente para comprar carrões e suas primeiras casas.
casa-de-charles-watts Continuar lendo